camb

CAMB_Centro de Arte Manuel de Brito

No final do século XIX, Policarpo Anjos, um rico comerciante, mandou edificar um palacete inserido numa quinta, junto a estação de Algés. Trata-se de um edifício típico do século dessa época, delineado para servir a concepção do jardim romântico, inserido numa linha arquitectónica de gosto francês. Ainda hoje, este jardim conserva grande parte das suas palmeiras, pimenteiras e outras árvores exóticas. Com a transformação de centro balnear da burguesia lisboeta em bairro e aglomerado dormitório, o Palácio Anjos e o seu parque mudaram de imagem, sofrendo várias transformações. O Palácio teve então várias funções e mais tarde os edifícios e terrenos anexos foram adquiridos pela câmara municipal que recuperou o conjunto e o adaptou a novos usos, biblioteca municipal, centro de exposições e actualmente centro de arte.

 
O Centro de Arte Manuel de Brito inaugurou ao público a 29 de Novembro de 2006, foi objecto de um projecto de reabilitação que mereceu diversos elogios, tendo sido galardoado com o 1º Prémio na categoria de Projectos de Reabilitação, pelo Turismo de Portugal em 2009.

 
O Centro de Arte alberga a Colecção Manuel de Brito. Este riquíssimo acervo, fruto do trabalho, empenho e dedicação de Manuel de Brito e de sua família, constitui um dos mais importantes núcleos da arte portuguesa do século XX, contando já com importantes referências da produção artística mais actual.

Com efeito, este acervo conta com mais de trezentas obras, de alguns dos mais importantes artistas nacionais, como Paula Rego, Graça Morais, Eduardo Luiz, Menez, Palolo, Eduardo Batarda, Costa Pinheiro, António Dacosta, Júlio Pomar, entre muitos outros.

 

Tendo por base de trabalho as obras protocoladas o Centro tem levado a cabo um programa expositivo assente em núcleos temáticos de carácter temporário que visam dar a conhecer a Colecção partindo de uma abordagem histórica e um programa de actividades conexas de carácter lúdico e educativo no âmbito do projecto de Serviço Educativo e de Animação do CAMB.

 

Para o efeito o Centro dispõe de: Dois pisos de Exposição; um espaço multifuncional; um espaço interior para atividades do serviço educativo; um espaço destinado ao futuro Centro de Documentação e um anfiteatro de ar livre.

 

No exterior, o público pode usufruir de espaços verdes e de uma cafetaria.

 

A página do Centro de Arte Manuel de Brito apresenta mais informações úteis sobre o Parque Anjos, o Serviço Educativo e a Coleção.

 

Exposições

Exposição Manuel Baptista

Exposição Hortus Botanicus

Exposição Permanente Coleção Manuel de Brito

Exposição Luís Noronha da Costa

Exposição Coleção Manuel de Brito – aquisições recentes

Exposição Para Lá da Pintura

Exposição Ilhas do Mar

Exposição de Fátima Mendonça

Exposição Laços de Família

Exposição Os Artistas do KWY na Coleção Manuel de Brito

Exposição Artistas de Angola e de Moçambique na Coleção Manuel de Brito

Exposição Artes & Letras

Exposição Gente

Exposição O Legado de Mário Henrique Leiria

Exposição Os Artistas Surrealistas na Coleção Manuel de Brito

Exposição O Afeto

Exposição Paisagens